LIANA
Liana é uma sonhadora, uma batalhadora que nunca teve outro sonho na vida se não o de cantar.
Filha de pai português e mãe cabo-verdiana, nasce em Portugal, vive em Cabo-Verde e passa parte da sua adolescência e vida adulta nos EUA, Massachussets-Boston.
Actualmente reside em Lisboa.
Foi nos EUA que a paixão pela música levam-na a abandonar o primeiro ano de Psicologia, trocando a faculdade pelos pequenos e velhos bares de jazz. É em Massachussets-Boston, no interior da Igre­ja Batista que tem pela primeira vez contacto com o gospel e decide fazer parte do coro que fazia os serviços ao domingo, inicando e desenvolvendo paralelamente ao jazz, a sonoridade gospel.

Mais tarde regressa a Portugal onde faz morada e participa como cantora residente em dois pro­gramas de televisão: "ÚLTIMA CHANCE" com Joaquim Monchique e "CANÇÕES DA NOSSA VIDA" com Diogo Infante.

São sem conta os trabalhos de estúdio realizados até à data, sem número os cantores e músicos com quem trabalhou/trabalha e fez/faz coros, ficando a experiência dos vários estilos músicais e a riqueza do contacto com várias etnias.

Paulo Flores, Bonga, Rui Veloso, GNR, Ace Of Base... são alguns dos nomes, projectos e trabalhos
que teve o privilégio de presenciar.

DISCOS

"Liana - "RESPOSTA PA BO" - lançado em 1998 Género : zouk e kizomba

PROJECTO 1000agres

é o nome da sua mais recente aposta: um trabalho a solo de mornas e coladeras que surge de estra­nhas coincidências, e do convite de Teck Duarte e Kiki para a participação da cantora num projecto guardado há cerca de dez anos, que vê agora raiar a sua melodia, através da doce e amadurecida voz de Liana.

1000agres conta com as virtuosas participações de Kiki nas linhas do cavaquinho, viola baixo e violão, Paulinho Vieira na guitarra eléctrica, Liana na voz e coros e Teck Duarte nos sopros: flautim, flauta, clarinete, saxofones, teclas e programação midi.

PÉRICLES DUARTE (TECK)
Habituado desde o berço a assistir às serenatas e tocatinas de seu pai com outros músicos, Péricles emigrou para Portugal aos 13 anos, onde desenvolveu o gosto por tocar violão e piano a par dos estudos de liceu.
Quando entrou para a Faculdade de Arquitectura, fez também estudos de Flauta e Educação Musical, no Conservatório Nacional.
Nessa altura formou a sua primeira banda e à posteriori o Quarteto Tam-Tam.
É nesta fase que o músico experimenta a Viola Baixo, o Órgão e inicía o contacto com os Saxofones.
Em seguida forma a Banda Kolá, em Cabo Verde, com a qual gravou três discos.
De novo em Portugal, participou na Banda Black Power e na formação dos Blush, ambos com discos gravados com a sua participação.
Depois da Pós-Graduação em Arquitectura Tropical, actuou com bandas, orquestras e a solo, em digressões por todos os países da Europa e alguns do Extremo Onente e África.
Tem também experiência como docente em diversas áreas, nomeadamente na Educação Musical.

ACOMPANHAMENTO DE ARTISTAS

Acompanhou António Variações, Duo Ouro Negro, Miryam Makeba, Elba Ramalho e Dulce Pontes, entre outros. Acompanhou também artistas e grupos caboverdianos conhecidos, tais como Iido Lobo, Titina, Celina Pereira, Dany Silva, Gardénia Benrós, Lura, Tito Parts e Cesária Évora.

DISCOS

Durante uma temporada em Macau, participou num projecto apoiado por várias entidades, nomeadamente o Gabinete do Secretário Adjunto para a Comunicação, Turismo e Culura de Macau, o Leal Senado de Macau e a Fundação Oriente, que resultou num CD intitulado "Macau 99, TOGETHER FOREVER", editado em Macau, Hong Kong e Portugal.
PértclesDuarte trabalhou também na produção musical, arranjos e orquestração. Além dos já referidos tem cerca de 40 participações em discos gravados, nas árias da produção e interpretação, acompanhando diversos artistas.
Tem feito, ao longo dos anos, várias composições que espera reunir a curto prazo, num CD de originais.
Actualmente vive em Portugal, onde faz performances de música ao vivo e trabalhos de produção musical, com bandas, Dj's e a solo.

Projecto 1OOOagres

Em 2006 conheçeu a cantora Liana com a qual se identificou de imediato, o que permitiu avançar com a gravação de uma maquete contendo músicas originais e que veio despoletar a criação do projecto 1 OOOagres com o objectivo de criar uma banda que os apoie para dar a conheçer ao público, os nossos trabalhos actuais e futuros.
érika narane